Integra Notícias - Sua fonte de notícias de Uberlândia e Região

Notícia

Sobe para 26 o número de casos suspeitos de intoxicação por dietilenoglicol

Lorena Borges

Publicidade

Nome do anunciante aqui!
Globocop

OUVIR NOTÍCIA

 

Um boletim divulgado nesta quinta-feira (23) pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas relata 26 casos suspeitos de intoxicação por dietilenoglicol. A intoxicação é relacionada ao consumo de cervejas da Backer. São investigados os casos de outubro de 2019 até o momento.

Foram registradas intoxicações nas cidades de Belo Horizonte, Capelinha, Nova Lima, Pompéu, São João Del Rei, São Lourenço, Ubá e Viçosa. Quatro casos estão confirmados e outros 22 continuam sendo investigados. Quatro pessoas já morreram.

Em vários hospitais, os médicos estão revisando os diagnósticos que não foram esclarecidos ao longo de 2019, mas se encaixam nos critérios da intoxicação.

Na última terça-feira (21) a Secretaria de Saúde foi comunicada da ocorrência de dois casos com sinais e sintomas semelhantes ao quadro de intoxicação por dietilenoglicol, com relato de exposição anterior a outubro de 2019. Estes casos estão em monitoramento mas, para serem considerados suspeitos, é necessário que haja confirmação da exposição e exclusão de outras causas para o quadro clínico apresentado.

 

Investigações

 

A Polícia Civil de Minas Gerais informou nesta quinta-feira (23), que ouviu mais quatro testemunhas a respeito das cervejas, totalizando 16 pessoas ouvidas. Os depoimentos são de vítimas e familiares. O objetivo é entender sobre os acontecimentos que antecederam à intoxicação.

As amostras recolhidas na cervejaria e na empresa química que vendia o monoetilenoglicol, continuam sendo analisadas pelas equipes de peritos do Instituto de Criminalística (IC), de forma criteriosa. Ainda não há previsão para a conclusão dos laudos.

 

Sintomas

 

Os sintomas começam a se manifestar nas primeiras 72 horas após a ingestão. Os primeiros sinais de intoxicação por dietilenoglicol são dores abdominais, náuseas e vômitos.

Entre os sintomas estão alterações neurológicas e insuficiência renal. O tratamento é feito no hospital, com monitoração, e tem o etanol como antídoto.

Além disso, os pacientes precisam passar por hemodiálise, para retirada do dietilenoglicol do organismo.

Fonte

G1
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Publicidade

Nome do anunciante aqui!

Veja também

País é 26ª posição do Ranking de encarcerados do mundo: Brasil tem 338 a cada 100 mil habitantes
19Fev

País é 26ª posição do Ranking de encarcerados do mundo: Brasil tem 338 a cada 100...

Levantamento feito pelo G1

Paralisação econômica da China pelo coronavírus reduz emissões de CO2
19Fev

Paralisação econômica da China pelo coronavírus reduz emissões de CO2

25% menor comparada ao ano anterior

Lucas é o quarto eliminado do BBB 20 com 62,62% dos votos
19Fev

Lucas é o quarto eliminado do BBB 20 com 62,62% dos votos

Babu e Vitor Hugo permanecem

Bombeiros resgatam trabalhadores soterrados em obra de supermercado em Uberlândia
19Fev

Bombeiros resgatam trabalhadores soterrados em obra de supermercado em Uberlândia

Nesta manhã de quarta-feira

MAIS NOTÍCIAS

Publicidade

Parceiro
Nome do anunciante
Parceiro
Nome do anunciante
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )