Integra Notícias - Sua fonte de notícias de Uberlândia e Região

Notícia

Últimos dias de inscrição para os cursos Técnicos EAD/SENAI

Amanda Biasi

Publicidade

Nome do anunciante aqui!

OUVIR NOTÍCIA

Últimos dias de inscrição para os cursos Técnicos EAD/SENAI

Inscrições abertas até o dia 20/10

 

Os interessados em realizar uma capacitação técnica profissional com a qualidade SENAI e a flexibilidade do ensino a distância têm poucos dias para se inscrever. As matrículas estão abertas até o dia 20/10 para quatro cursos técnicos semipresenciais: Automação Industrial, Vestuário, Segurança do Trabalho e Eletrotécnica; em Uberlândia são opções são Vestuário e Automação.

 

O curso é realizado 80% a distância, por meio da plataforma AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), e 20% de forma presencial com aulas práticas nas oficinas e laboratórios do SENAI.

 

As aulas presenciais serão ministradas nos principais polos do estado. Consulte o edital no endereço www.senaimg.com.br/ead para saber em quais cidades elas acontecem.

 

O aluno terá acesso à educação de alta qualidade com toda a qualidade reconhecida do SENAI, aliado à maior autonomia de horários e locais de estudo.  Além disso, contará com a pedagogia inovadora da instituição que estimula a interatividade entre alunos, docentes e tutores com um custo reduzido em relação aos cursos presenciais convencionais. A capacitação é reconhecida pelo MEC e o certificado oferecido é o mesmo do curso presencial.

As inscrições são feitas exclusivamente pelo site – senaimg.com.br/ead e ficam abertas até o dia 20 de outubro.

Informações: (34) 3230 5200.

 

Conheça mais sobre a história do SENAI

 

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) foi criado em 22 de janeiro de 1942, pelo Decreto-Lei 4.048 do então presidente Getúlio Vargas, com a missão de formar profissionais para a incipiente indústria nacional. Há mais de 70 anos, já estava claro que, sem educação profissional de qualidade, o Brasil não teria uma indústria forte e nem alcançaria o desenvolvimento sustentado. O decreto estabelecia que a nova instituição de educação profissional seria mantida com recursos dos empresários e administrada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).


Para implantar um sistema nacional de educação profissional, os empresários Euvaldo Lodi, então presidente da CNI, e Roberto Simonsen, que, na época, presidia a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), se inspiraram na experiência bem-sucedida do Centro Ferroviário de Ensino e SeleçãoProfissional.

No fim da década de 50, quando o presidente Juscelino Kubitschek acelerou o processo de industrialização, o SENAI estava presente em quase todo o território nacional e começava a buscar, no exterior, a formação para seus técnicos. Logo, tornou-se referência de inovação e qualidade na área de formação profissional, servindo de modelo para a criação de instituições similares na Venezuela, Chile, Argentina e Peru.

Nos anos 60, o SENAI investiu em cursos sistemáticos de formação profissional, intensificou o treinamento dentro das empresas e buscou parcerias com os Ministérios da Educação e do Trabalho, e com o Banco Nacional da Habitação. Na crise econômica da década de 1980, o SENAI percebeu o substancial movimento de transformação da economia e decidiu investir em tecnologia e no desenvolvimento de seu corpo técnico.

Expandiu a assistência às empresas, investiu em tecnologia de ponta, instalou centros de ensino para pesquisa e desenvolvimento tecnológico. Com o apoio técnico e financeiro de instituições da Alemanha, Canadá, Japão, França, Itália e Estados Unidos, o SENAI chegou ao início dos anos 1990 pronto para apoiar a indústria brasileira no campo da tecnologia de processos, de produtos e de gestão.

Hoje, a instituição amplia a qualidade da educação profissional e o ensino superior de acordo com as necessidades da indústria, consolidando a metodologia SENAI de educação profissional. Investe também na ampliação da oferta de cursos de qualificação profissional e dos cursos técnicos de nível médio, por meio da educação à distância. 

Outra questão relevante para a indústria que recebe uma atenção especial do SENAI é a prestação de serviços técnicos e tecnológicos e de consultoria para atender a demanda dos diferentes setores industriais. Além disso, o SENAI investe em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação de produtos e de processos para a indústria.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Publicidade

Nome do anunciante aqui!

Veja também

Decisão do STF sobre 2ª instância pode afetar 4,9 mil presos, diz CNJ
16Out

Decisão do STF sobre 2ª instância pode afetar 4,9 mil presos, diz CNJ

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou hoje (16)

Prédio de sete andares desaba em Fortaleza; bombeiros procuram por sobreviventes
16Out

Prédio de sete andares desaba em Fortaleza; bombeiros procuram por sobreviventes

Um edifício residencial

Anvisa discute plantio de maconha para pesquisa e uso medicinal
16Out

Anvisa discute plantio de maconha para pesquisa e uso medicinal

A permissão para o plantio da maconha no País para fins de pesquisa e uso medicinal

Frutal tem confirmado o primeiro caso de sarampo e Uberlândia sobe para 10
16Out

Frutal tem confirmado o primeiro caso de sarampo e Uberlândia sobe para 10

Boletim epidemiológico foi divulgado nesta terça-feira (15). Minas Gerais tem mais dez casos confirmados.

MAIS NOTÍCIAS

Publicidade

Parceiro
Nome do anunciante
Parceiro
Nome do anunciante
Parceiro
Nome do anunciante
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )